Arquivo da categoria: Projetos

Curso de Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil – 5º Edição

imagem

Resumo:

O presente projeto realizou, no ano de 2014, a 5ª edição do Curso de Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil: Aspectos estruturantes em Defesa Civil (Módulo 01) ações inseridas dentro da proposta de Formação Continuada Básica em Gestão de Riscos e Ações de Proteção Civil do Ministério da Integração Nacional, através da Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC). O intuito desta capacitação foi ampliar o conhecimento daqueles que realizam ações relacionadas à defesa civil e da comunidade, de forma a difundir uma cultura de prevenção de riscos de desastres. O projeto possibilitou o desenvolvimento de materiais didáticos voltados à temática de prevenção de riscos e de desastres e a produção de materiais audiovisuais (teleconferências e vídeo-aulas) no intuito de compor o conteúdo do curso.

Objetivos: Capacitar 4.000 alunos na 5° edição do curso de capacitação básica em proteção e Defesa Civil.

Produtos:

  • Revisão e atualização do livro texto do curso de capacitação;
  • Produção de 2 teleconferências;
  • Produção de 1 Vídeo aula;
  • Confecção do ambiente virtual de aprendizagem

Livro Texto – Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil 5ª Edição

Videoaula

1ª Teleconferência Curso de Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil – 5ª Edição- Parte 1 

1ª Teleconferência Curso de Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil – 5ª Edição – Parte 2

2ª Teleconferência Curso Capacitação Básica em Proteção e Defesa Civil – 5ª Edição

 

 

Gestão de Recursos Federais de Defesa Civil

Gestão

Resumo:

A SEDEC é responsável pela coordenação da atuação governamental nas circunstâncias de desastres e nas ações de preparação e de prevenção em todo território nacional. Dentro desse cenário, o curso Gestão de Convênios e Aplicação de Recursos – GCAR, que visa à capacitação de gestores públicos no âmbito da Defesa Civil, proporcionará maior agilidade na solicitação de recursos e eficiência no processo de gestão da Defesa Civil nos municípios brasileiros.

O CEPED UFSC será responsável pela logística, acompanhamento, avaliação do curso e organização do material didático, composto por conteúdo textual e audiovisual, baseados em cadernos de orientações disponibilizados pela SEDEC e da legislação que regula as atividades de defesa civil no país.

Objetivos: ampliar a capacidade de gestores públicos locais produzirem projetos passíveis de aprovação pela SEDEC por meio da oferta de um programa de cursos presenciais e/ou vídeo-aulas nomeado “Gestão de Recursos Federais de Defesa Civil”, realizando 27 capacitações em diferentes unidades federativas do Brasil.

Resultados: capacitação profissional que subsidie os profissionais que trabalham diretamente na gestão de convênios e aplicação de recursos.

 Produtos:

  • 27 capacitações presenciais em todo Brasil;
  • Livro didático de 300 páginas impresso em 1100 unidades;
  • 24 videoaulas sobre os tópicos destacados no Anexo I (Plano de Aulas), disponibilizadas para download nos sítios da SEDEC e do CEPED UFSC.

Ementa 

Livro – Recursos Federais de Defesa Civil

Apresentação Aula dia 1 Apresentação Aula dia 2 Apresentação Aula dia 3 Apresentação Aula dia 4 Apresentação Aula dia 5

As 24 vídeos aulas do curso estão disponíveis no canal do CEPED UFSC no YouTube, acesse aqui.

 

Curso de Capacitação dos Gestores de Defesa Civil para o Uso do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD) – 1º e 2º Edição

s2id

Resumo:

O projeto denominado Curso de Capacitação Básica Continuada, Orientações de Prevenção, Preparação, Resposta e Reconstrução faz parte do Plano de Formação Continuada em Defesa Civil elaborado pelo Ministério da Integração Nacional, através da Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC), com execução do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres – CEPED da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, tendo como apoio administrativo e financeiro da Fundação de Amparo a Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU.

O projeto teve como objetivo a execução de três edições do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil e duas edições do Curso de Capacitação para usuário do S2ID, na modalidade a distância (EaD).

O intuito de realização dos cursos foi o de ampliar o conhecimento daqueles que realizam ações relacionadas à defesa civil e da comunidade, de forma a difundir uma cultura de prevenção de riscos de desastres.

O Projeto Curso de Capacitação Básica Continuada, Orientações de Prevenção, Preparação, Resposta e Reconstrução desenvolveu ações no período de 2012 a 2013.

Objetivos: Reedição dos dois cursos ofertada em 2012, sendo a primeira oferta em março/2013 para 2.000 alunos do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil, a segunda oferta em agosto/2013 para 2.000 alunos do Curso Capacitação para os usuários do S21D e a terceira oferta em outubro/2013 para 2.000 alunos do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil.

Resultados: Ao final das capacitações, no total, das 18.804 pessoas que se inscreveram para os cursos, 11.345 pessoas foram selecionadas e dessas, 7.382 pessoas, ou seja, 65% receberam o certificado de conclusão do curso que participou.

Produtos: O Projeto possibilitou o desenvolvimento de materiais didáticos voltados à temática de prevenção de riscos e desastres, e a produção de materiais audiovisuais (teleconferências e videoaulas) no intuito de compor o conteúdo do curso.

Videoaula 01 Videoaula 02 Videoaula 03 Videoaula 04 Videoaula 05 Videoaula 06

Livro Texto S2ID – 1º Edição Livro Texto S2ID – 2º Edição

Teleconferência Parte 1 1º Edição – Teleconferência Parte 2 1º Edição – Teleconferência Parte 1 – 2º Edição Teleconferência Parte 2 – 2º Edição

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 2º, 3º e 4º Edição

Sem título

Resumo:

O projeto denominado Curso de Capacitação Básica Continuada, Orientações de Prevenção, Preparação, Resposta e Reconstrução faz parte do Plano de Formação Continuada em Defesa Civil elaborado pelo Ministério da Integração Nacional, através da Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC), com execução do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres – CEPED da Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC, tendo como apoio administrativo e financeiro da Fundação de Amparo a Pesquisa e Extensão Universitária – FAPEU.

O projeto teve como objetivo a execução de três edições do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil e duas edições do Curso de Capacitação para usuário do S2ID, na modalidade a distância (EaD).

O intuito de realização dos cursos foi o de ampliar o conhecimento daqueles que realizam ações relacionadas à defesa civil e da comunidade, de forma a difundir uma cultura de prevenção de riscos de desastres.

O Projeto Curso de Capacitação Básica Continuada, Orientações de Prevenção, Preparação, Resposta e Reconstrução desenvolveu ações no período de 2012 a 2013.

Objetivos: Reedição dos dois cursos ofertada em 2012, sendo a primeira oferta em março/2013 para 2.000 alunos do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil, a segunda oferta em agosto/2013 para 2.000 alunos do Curso Capacitação para os usuários do S21D e a terceira oferta em outubro/2013 para 2.000 alunos do Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil.

Resultados: Ao final das capacitações, no total, das 18.804 pessoas que se inscreveram para os cursos, 11.345 pessoas foram selecionadas e dessas, 7.382 pessoas, ou seja, 65% receberam o certificado de conclusão do curso que participou.

Produtos: O Projeto possibilita o desenvolvimento de materiais didáticos voltados à temática de prevenção de riscos e desastres, e a produção de materiais audiovisuais (teleconferências e vídeo-aulas) no intuito de compor o conteúdo do curso.

Videoaula 1

Videoaula 2

Videoaula 3

Livro Texto Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil 2º Edição

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 2º Ed. – 1ª Teleconferência Parte 1

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 2º Ed. – 1ª Teleconferência Parte 2

 Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 2º Ed. – 2ª Teleconferência Parte 1

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 2º Ed. – 2ª Teleconferência Parte 2

Livro Texto Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil 3º Edição

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 3º Ed. – 1ª Teleconferência Parte 1

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 3º Ed. – 1ª Teleconferência Parte 2

Livro Texto Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil 4º Edição

Curso de Capacitação Básica em Defesa Civil – 4º Ed. – Teleconferência

 

Desenvolvimento do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres – S2ID, Como Apoio ao Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres – CENAD.

S2ID

Resumo:

O projeto Desenvolvimento do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres – S2ID, como apoio ao Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres – CENAD, teve três atividades principais: a atualização dos dados de registros de desastres referentes ao ano de 2011 apoia a implantação ao projeto CENAD e o desenvolvimento do S2ID.

 Objetivos: O projeto tem como objetivo a criação de uma estrutura de suporte e apoio ao Sistema Nacional de Defesa Civil (SINDEC) nas atividades relacionadas ao desenvolvimento e manutenção e criação dos sistemas de informação destinados ao gerenciamento de risco.

Sistema Integrado de Informações Sobre Desastres – S2ID

S2ID – Controle dos Processos de Obras de Prevenção e Reconstrução

Logo S2id

Resumo:

 O Sistema de Informações Integradas sobre Desastres (S2ID) tem por objetivo informatizar e tornar as informações sobre desastres seguras, registradas e acessíveis, passíveis de acompanhamento e controle de forma geral, é objetivo deste termo de cooperação dar continuidade ao processo de desenvolvimento do Sistema visando controlar e fiscalizar os recursos destinados à reconstrução e prevenção.

 Desta forma, este Termo de Cooperação propõe o desenvolvimento da terceira etapa do PNGR, abrangendo o desenvolvimento e implementação dos Módulos III e IV para o aperfeiçoamento do Sistema. No Módulo III busca-se realizar a informatização dos processos para solicitação e liberação de recursos, incluindo socorro, assistência, restabelecimento e obras de reconstrução e prevenção. O desenvolvimento do Módulo IV consiste na informatização dos processos de fiscalização e prestação de contas dos recursos liberados, sendo a execução e acompanhamento dos processos de engenharia um importante e complexo processo integrante deste módulo.

O S2ID, como um todo, envolverá usuários internos de diferentes departamentos da SEDEC, permitindo o acompanhamento e comunicação entre os departamentos nas atividades integradoras e sequencias do fluxo entre os mesmos. É interesse da Universidade Federal de Santa Catarina, por meio do Centro de Estudos e Pesquisas sobre Desastres, incentivar o desenvolvimento da área de redução de risco de desastres e Defesa Civil, como preconiza o termo de cooperação técnica firmado entre Ministério da Integração Nacional e esta Universidade Federal.

Objetivos: Informatizar o processo de transferência obrigatória e de transferência voluntárias, da solicitação de recursos até a fiscalização e prestação de contas, por meio da programação e desenvolvimento de dois novos módulos (III e IV) no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID)

Produtos:

  • Desenvolvimento e implantação do Módulo III – Solicitação e liberação de recursos e Módulo IV – Fiscalização e prestação de contas no S2ID;
  • Criação de banco de dados para registro dos processos e informações dos processos de transferência obrigatória e obras de prevenção;
  • Desenvolvimento de material didático para capacitação dos usuários;
  • Treinamento inicial com os envolvidos nos processos.

 

Planejamento Nacional para Gestão do Risco – Etapa II

IM - 2010.123 - 101020 logo PNGR horizontal em jpg

Resumo:

Planejamento Nacional para Gestão do Risco – etapa I (manutenção do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres – S2ID)- teve três atividades principais: o projeto de reestruturação do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD), a criação do S2ID – módulo de registro e reconhecimento, e a aquisição de equipamentos que permitam o desenvolvimento de pesquisas nos futuros projetos a serem firmados.

Objetivos: O projeto tem como objetivo prover a infraestrutura e serviços necessários para a manutenção do sistema de gestão de riscos de desastres da SEDEC, contribuindo para a integridade, gestão e transparência das informações no território nacional

Cooperação à 1ª CONSOCIAL: Conferência sobre Transparência e Controle Social

consocial

Resumo:

Para os trabalhos do processo conferencial da 1ª CONSOCIAL, a CGU buscou a cooperação do CEPED UFSC, por sua experiência na realização das ações de planejamento, mobilização social, processos de divulgação, sistematização, moderação e relatoria dos grupos de trabalho, e atividades que envolveram a logística da 1ª Conferência Nacional de Defesa Civil.

O processo de cooperação entre o CEPED UFSC e a CGU teve como foco principal as ações voltadas para o desenvolvimento do Sistema Informatizado de Relatoria, utilizado na sistematização e relatoria, capaz de receber, cadastrar, identificar e organizar as propostas e diretrizes provenientes das etapas municipais, regionais, distrital e estaduais da 1ª CONSOCIAL; além da construção, hospedagem, manutenção, administração e atualização do Portal WEB; do SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão – 0800), em apoio aos cidadãos solucionando problemas e dúvidas; e, finalmente, colaboração nos processos de sistematização das propostas, relatoria e moderação dos grupos de trabalho.  

Objetivos: Estabelecer mecanismos de cooperação entre a UFSC, através do CEPED – Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres e a Controladoria Geral da União, visando ao desenvolvimento de ações relacionadas à 1ª Conferência Nacional Sobre Transparência e Controle Social.

Resultados: Nunca houve antes um chamamento à sociedade tão expressivo e com tão pronta resposta a temas candentes, transparência e acesso à informação, controle social, prevenção e combate à corrupção, como quando da realização da 1ª CONSOCIAL. Participar desse processo foi importante para o CEPED UFSC que, além de colaborar com a CGU para o êxito da tarefa, pode consolidar conhecimentos adquiridos em trabalhos anteriores.

Relatório Final  do Projeto

Relatório da 1º CONSOCIAL

 

Programa Nacional de RRD nas Escolas

Escolas

Resumo:

A proposta de um programa de RRD nas escolas foi construída a partir de estudos e discussões realizadas por um Grupo de Trabalho formado por especialistas nas áreas de educação, infância, e redução de riscos de desastres, atuante de abril a dezembro de 2012. O trabalho do grupo deu origem a uma série de documentos denominada Coleção Brasil Cresce Seguro, que em oito volumes apresenta orientações para o desenvolvimento de atividades lúdicas e pedagógicas em escolas. O objetivo do material é contribuir para a inserção do tema da redução de risco de desastres no cotidiano de alunos e comunidades, e assim fortalecer o processo de construção da resiliência.

Objetivos: Ampliar as discussões sobre vulnerabilidade em espaços escolares e contribuir com a redução de riscos locais, por meio da criação do Programa Nacional de Redução de Riscos nas Escolas.

 Produtos:

  • Programa Nacional de Redução de Riscos nas Escolas.
  • Material de referência para a Conferência Nacional de Educação (MEC -2013).
  • Material de referência nacional para atuação em redução de riscos nas escolas.
  • Kit pedagógico para ação simultânea de lançamento do Programa (1000 unidades).
  • Caderno ilustrado com lista de Escolas Certificadas e principais resultados

 

Documento Base do Programa Brasil cresce Seguro

Modelo de Guia de Orientações do Programa Brasil Cresce Seguro

Guia Prático para Atividades Lúdico Educativas em RRD

Guia Conceitual em Redução de Risco de Desastres

Formulários para Monitoramento e Avaliação

Protótipo do Ambiente Virtual

Descritivo do Conteúdo do Kit

Documento de Referência para Conferência MEC 2013

Banner Programa Brasil Cresce Seguro

 Noticia Revista Emergência

Livro Interativo dos Desastres

 

 

Simulados de Preparação para Desastres

Sem título

Resumo:

A frequência de eventos de desastre no Brasil, relacionado às chuvas, nos meses de verão, e a intensificação dos danos e prejuízos decorrentes, levou a Secretaria Nacional de Defesa Civil (SEDEC) a priorizar ações de preparação a desastres, com foco em comunidades situadas em áreas com risco.

Nesta perspectiva, a SEDEC desenvolveu no ano de 2011 o projeto SPD – Simulado de Preparação a Desastres, enfatizando as regiões mais suscetíveis aos desastres de origem hidrometeorológica. Em parceria com a SEDEC, com o apoio logístico e técnico das Coordenadorias Estaduais de Defesa Civil e do Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres da Universidade Federal de Santa Catarina (CEPED UFSC), as Coordenadorias Municipais de Defesa Civil da região Sul, Sudeste e Nordeste organizaram exercícios simulados junto às comunidades prioritárias, por eles selecionados.

Os exercícios simulados eram focados no processo de remoção de famílias, a partir de um cenário de risco eminente de desastre.

Objetivos:

  1. Sensibilizar a sociedade civil residente em área de risco sobre a importância de medidas preventivas para a redução dos desastres;
  2. Consolidar procedimentos e conteúdos para atuação da comunidade e órgãos envolvidos, em tempo hábil e de forma adequada, no momento da situação adversa;
  3. Preparar campanha em âmbito nacional sobre a importância da capacitação e mobilização social na prevenção.

Resultados esperados: O projeto foi desenvolvido nas três regiões, realizando exercícios simulados em dez municípios do Brasil. Tendo em vista a impossibilidade de a SEDEC realizar exercícios simulados em todos os municípios vulneráveis aos desastres no país, o projeto enfatizou alguns municípios que compõem a lista de municípios prioritários de ação do Governo Federal com relação à prevenção de desastres. De forma geral, o projeto pretendeu estimular todos os estados e municípios a realizarem exercícios preparatórios de forma continuada, criando agendas de atividades como estas com as comunidades.

Relatório Final

Simulado de Preparação para Desastres: Guia de elaboração